quinta-feira, 8 de março de 2018

Novidade: Homem-Tigre, de Eka Kurniawan

Poético e irreverente, arrojado e político. Homem-Tigre já se encontra nas livrarias, e é um dos romances mais marcantes dos últimos anos. Esta obra, que combina política, sátira, humor e tragédia familiar, valeu a Eka Kurniawan comparações a Salman Rushdie e Gabriel García Márquez. Em 2016, com Homem-Tigre, Eka Kurniawa tornou-se o primeiro autor indonésio a ser nomeado para o Man Booker Prize.

Sobre o livro: 
 Pouco tempo depois de o cadáver de Anwar Sadat, um artista lascivo e preguiçoso, ser descoberto, Margio é detido pela polícia, havendo poucas dúvidas de que é ele o assassino. No entanto, o que terá levado o jovem e dócil Margio a afundar os dentes na garganta de um homem e perpetrar um crime tão hediondo permanece um mistério para todos os habitantes da pequena povoação. A verdade é que, no momento do ataque, Margio não estava em controlo das suas ações; nesse momento, um tigre fêmea branco tinha tomado posse do seu corpo.

Homem-Tigre é o retrato de duas famílias atormentadas, ligadas entre si por um casamento trágico e brutal, e de uma Indonésia rural e pobre a braços com um passado recente de abusos e violência, sedenta por justiça, onde o folclore e o mundo real colidem.

Sobre o autor:
Eka Kurniawan nasceu em 1975, na Indonésia. Formado em Filosofia, é autor de dois romances, vários  contos, argumentos para cinema e ensaios. A tradução em língua inglesa do seu primeiro romance, Beauty is a Wound, tornou-se uma das mais recentes e fulgurantes revelações da  Literatura mundial. Em 2016, com Homem-Tigre, tornou-se o  primeiro autor indonésio a ser nomeado para o Man Booker Prize. Foi ainda nomeado para o Prémio Médicis e para melhor livro do ano pelo Guardian e pelo New York Times. As suas obras estão traduzidas em mais de 35 línguas.

Homem-Tigre é uma edição Elsinore | 176 pp | 16,59€

Sem comentários:

Enviar um comentário