terça-feira, 18 de abril de 2017

Escrito na Água, de Paula Hawkins

Está quase quase, nas livrarias, o novo livro de Paula Hawkins, a autora do bestseller "A Rapariga no Comboio" (dia 2 de maio). E, mais uma vez, na FNAC, estavam disponíveis as primeiras páginas de "Escrito na Água", num livro-amostra.

um aparte: gosto desta ideia das editoras publicarem pequenos avanços, 
estes livrinhos de amostra, para o potencial leitor aferir se gosta ou não. 
Um ponto para vocês, editoras. Bem jogado!

Como pessoa que assumidamente não sabe nadar, este livro já me parece assustador, dado que estamos perante uma obra que fala de mortes na água. Nas singelas 20 páginas (que li duma assentada, como será fácil prever), fiquei com MUITA vontade de ler tudinho AGORA. Um sentimentozinho egoísta, do tipo "sou muita fixe e li o livro antes de ir para as livrarias". 
Ia-me dando um fanico quando cheguei à parte "Continua". Topseller, vocês seriam os culpados... é tudo o que tenho a dizer. Agora, tenho de esperar como os comuns mortais, para ler o resto... 

Sinopse:
Nel vivia obcecada com as mortes no rio. O rio que atravessava aquela vila já levara a vida a demasiadas mulheres ao longo dos tempos, incluindo, recentemente, a melhor amiga da sua filha. Desde então, Nel vivia ainda mais determinada a encontrar respostas.
Agora, é ela que aparece morta. Sem vestígios de crime, tudo aponta para que Nel se tenha suicidado no rio. Mas poucos dias antes da sua morte, ela deixara uma mensagem à irmã, Jules, num tom de voz urgente e assustado. Estaria Nel a temer pela sua vida?
Que segredos escondem aquelas águas? Para descobrir a verdade, Jules ver-se-á forçada a enfrentar recordações e medos terríveis há muito submersos naquele rio de águas calmas, que a morte da irmã vem trazer à superfície.
Um livro profundamente original e surpreendente sobre as formas devastadoras que o passado encontra para voltar a assombrar-nos no presente. Paula Hawkins confirma, de forma triunfal, a sua mestria no entendimento dos instintos humanos, numa história com tanta ou maior intensidade do que "A Rapariga no Comboio".


Ficha técnica:
Editora Topseller
384 páginas
Lançamento a 2 de maio
Apresentação 10 e 11 de junho, na Feira do Livro de Lisboa (Parque Eduardo VII)

Sem comentários:

Enviar um comentário