quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Muitos... montes... resmas de páginas lidas

Desde 7 de agosto - data da última publicação - que não escrevi aqui nada. Nicles batatóides! Mas isso não significa que estive parada, não, senhor! Nestes últimos 20 dias, li 4 livros.

O Símbolo Perdido, de Dan Brown.

A saga de Cormoran Strike, de Robert Galbraith (pseudónimo de JK Rowling) - que compreende os livros Quando o Cuco chama e Bicho-da-Seda.

A Rapariga no Comboio, de Paula Hawkins.

Podia aqui torturar os meus parcos leitores com sinopses retiradas de um qualquer site, mas isso não seria justo para ninguém.
A verdade é que adorei todos eles. Já aqui disse várias vezes que não sou fã do Dan Brown, mas ele continua a atrair a minha atenção. A receita é sempre a mesma. O personagem principal é sempre o mesmo, mas é a investigação que ele faz dos temas que parece um íman.

Robert Galbraith foi uma agradável surpresa. Nunca pensei que a Sra. Harry Potter fosse uma autora de policiais tão competente. O detective Cormoran Strike está na minha lista de personagens favoritas.

A Rapariga no Comboio foi pura curiosidade. Ouvi tantas boas críticas que tive de ver com os meus próprios olhos. E sim, merece cada minuto da nossa atenção. Paula Hawkins criou um enredo e um conjunto de personagens que nos fazem sofrer com elas, sentido-nos angustiadas, aliviadas, assustadas ao mesmo tempo... e isso nem sempre é fácil.

Foi, portanto, um grupo de livros sempre dentro do registo policial / suspense, aquele com que mais me identifico. Pessoas, vão à confiança! Palavra de escuteira!



Sem comentários:

Enviar um comentário