segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Mistérios do Sul, de Danielle Steel

Durante alguns dias estive em casa dos meus pais, numa viagem-relâmpago. Por não ter tido tempo (ou cabeça) para pensar em levar literatura, tive de me contentar com os livros que a minha mãe tinha por lá.

Apesar de não ser fã do género, peguei num romance de Danielle Steel, "Mistérios do Sul", que fala de duas mulheres - mãe e filha - que se vêem ameaçadas por um serial killer.

A mãe, Alexa Hamilton, é assistente do procurador do ministério público e está encarregue de "condenar" Luke Quentin, acusado de 18 homicídios. À medida que o processo avança, a filha de Alexa, Savannah, começa a receber missivas bastante ameaçadoras que levam a advogada a decidir que a filha deverá ficar em casa do pai - um belo sulista - apesar de toda a mágoa que este e a sua família lhe provocaram no passado.

Como em todos os livros de Steel, acaba tudo bem, toda a gente feliz e realizada... end of story.

(a edição que li é do Círculo de Leitores, mas não consegui encontrar a capa; esta é a razão pela qual insiro a capa americana)

Sem comentários:

Enviar um comentário