terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Meridiano de Sangue

Ando com um livro pendurado. Não é fácil de ler. Ou sou eu que não tenho andado com muitas energias para me dedicar inteiramente àquele que é o meu maior prazer (e vício): ler.

O livro é 'Meridiano de Sangue'. E na contra-capa reza o seguinte:

Um jovem que vaga pelo sul dos Estados Unidos acaba por se unir a um grupo de aventureiros que pensam fazer razias em território mexicano. Quando o bando é dizimado por Comanches, o rapaz é obrigado a atravessar um deserto até chegar à cidade de Chihuahua, onde é levado para o presídio. É então que é recrutado para uma expedição comandadda pelo Capitão Glanton, dedicada à caça de escalpes. Sob a prodigiosa influência do Juiz Holden, o grupo vai-se afundando numa espiral de violência, cometendo actos cada vez mais sanguinários...

Sobre o autor: A maior referência que posso dar sobre Cormac McCarthy é que é o autor do livro que deu origem ao galardoado 'Este País Não É Para Velhos', dos irmãos Cohen.

Cormac McCarthy nasceu em Providence, em 1933. É autor de uma obra que abarca os géneros gótico sulista, western e pós-apocalíptico. Outros romances destacados são 'O Filho de Deus', 'O Guarda do Pomar', 'Belos Cavalos' (recebeu o National Book Award em 1992) e 'A Estrada' (recebeu o Pulitzer em 2007). 

Sobre o livro: Harold Bloom, un dos críticos literários mais influentes dos EUA, qualificou este livro, datado de 1985, como (e passo a citar) "a obra imaginativa mais impressionante de todas as dos escritores norte-americanos vivos". 

Sem comentários:

Enviar um comentário