sábado, 22 de março de 2014

Novidade Quinta Essência: nas livrarias a 25 de Março

80 milhões de exemplares vendidos

Ela procura o assassino da irmã… e talvez seja a próxima vítima

Bellamy Lyston tinha apenas doze anos quando a irmã mais velha, Susan, foi morta num dia de feriado tempestuoso em finais de Maio. O medo que Bellamy tem de tempestades é uma herança do furacão que destruíra todas as provas que pudessem existir no local do crime, juntamente com aquilo de que se recordava do que acontecera realmente durante os momentos mais devastadores desse dia.

(mais informações aqui)

A Fúria dos Reis, volume I de II

Imagem retirada do site
 Saída de Emergência,
 e não corresponde à edição que li
Continuo a minha saga nos Sete Reinos. Após a morte de Khal Drogo, os dargões de Dany nasceram e um cometa vermelho pintou os céus...

Cada um dos nossos protagonistas interpretou o cometa como um sinal a si favorável. Starks e Lannisters estão prontos para o grande combate. Stannis Baratheon, irmão do falecido Rei Robert, intitula-se Rei e alia-se a uma estranha religião, mal-vista entre os seus. A promessa é a de que terá um exército às suas ordens para tomar Porto Real e o Trono de Ferro.
Mas Renly, o irmão mais novo, também cobiça o título... e eis que temos mais um auto-intitulado Rei.

Theon, às ordens de Robb, volta a casa, após 10 anos de cativeiro com os Stark. A recepção não é aquela que ele julgava, e o pai, ao invés de o receber de braços abertos, recebe-o com palavras duras e de vingança.

Dany, orientada por desejos de vingança, atravessa um vasto deserto, com os seus dragões, para encontrar quem a leve de volta para reclamar o Trono.

Na Muralha, Jon integra um grupo que partiu em busca dos irmão desaparecidos. Aquilo que encontram é vilas sem gente, bens completamente queimados... desolador e chocante.

Arya continua a fazer-se passar por rapaz, de forma a conseguir sobreviver. No seu percurso até à Muralha, enfrenta mais adversidades do que aquelas que contava.

Considerei este livro - o 1.º volume de dois - mais pausado do que a Muralha de Gelo, mas, sem dúvida que estas Crónicas de Gelo e Fogo são um verdadeiro tratado à literatura.

quarta-feira, 19 de março de 2014

JÁ CHEGARAAAAMMMM

A Grande Aventura Literária que a Editorial Presença promoveu há umas semanas, rendeu-me 3 livros gratuitos (só paguei os portes de envio).
Passado quase um mês, os meus livrinhos chegaram... os meus lindinhos! Escolhi 3 estilos diferente - romance clássico brasileiro, thriller e romance fantástico - por não conseguir cingir-me apenas a um. Estou muito satisfeita com estas escolhas que me prometem horas, no futuro, de entretenimento.


Resumos adaptados do site da Presença:

As Meninas, de Lygia Fagundes Telles 
Romance escrito em 1973, apresenta a vida e as relações afectivas, sexuais e familiares de três jovens universitárias, no auge da ditadura militar no Brasil. Foi um dos raros textos que ousaram abordar temas como a repressão e a tortura. Lygia Fagundes Telles fê-lo através desta narrativa que se desenrola no microcosmo que é um pensionato de freiras, onde vamos encontrar Lia, Lorena e Ana Clara, três personagens provenientes de estratos sociais distintos. Amigas íntimas, dialogam, reflectem e monologam, questionando-se. A sua união é no entanto precária, e não apenas por ser circunstancial, mas porque cada uma segue um caminho que lhe é próprio, um destino individual que transcende qualquer análise sociológica.

Morte no Bosque, de Harlan Coben
Para Paul Copeland, a vida nunca mais foi a mesma desde que uma noite, há vinte anos, quatro jovens por quem era responsável num acampamento de Verão desapareceram no bosque circundante. Dois foram encontrados sem vida na manhã seguinte, e os outros dois, a sua irmã Camille e Gil Perez, nunca mais voltaram a ser vistos. Quando o corpo deste último aparece, mas recentemente assassinado, Paul começa a investigar a fundo o que aconteceu naquela noite, e aquilo que está prestes a descobrir poderá revelar-se muito mais perverso do que alguma vez imaginara...

Stone Heart - o Enigma da Esfinge, de Charlie Fletcher
Quando George quebrou a cabeça da estátua do dragão no Museu de História Natural de Londres estava a anos-luz de poder imaginar que esse acto impensado viria a ter consequências verdadeiramente catastróficas para a sua vida e para a própria cidade. Uma força poderosíssima, adormecida desde tempos imemoriais nas profundezas da capital, aguardava pela oportunidade de voltar à vida, e agora esse momento tinha finalmente chegado. O caos da devastação ameaça instalar-se, e para repor a normalidade George terá de empenhar toda a sua coragem e contar com a preciosa ajuda de Edie e de um soldado da Primeira Guerra Mundial, eles próprios também estátuas. Uma aventura épica de cortar a respiração, que nos dá a conhecer uma outra Londres.

terça-feira, 18 de março de 2014

segunda-feira, 17 de março de 2014

Justificação

Imagem retirada daqui
Olá a todos os que seguem o Capa Mole & Companhia.

Ultimamente, devem ter estranhado - ou não - que o Capa Mole tem publicado apenas notícias relacionadas com lançamentos e outras novidades das nossas editoras.
A verdade é que não tenho conseguido ler uma única página dos meus livros. É frustrante, até para mim.
Tenho andado a fazer formação, e, para tal, levanto-me bastante cedo. Quando cai a noite, como se diz na gíria, "não posso com uma gata pelo rabo". Batem ali as 22h e já estou a cair de sono... e se a isso juntarmos um bebé com mau dormir... é fazer as contas.

O meu aniversário aconteceu quase há um mês e o maridão ofereceu-me um livro com as melhores frases de Tyrion Lannister - já que estou super-fã dos livros de As Crónicas de Gelo e Fogo.

A acompanhar as geniais tiradas e de requintada ironia desta que é a minha personagem favorita - já a era devido à inesquecível interpretação do actor Peter Dinklage - vêm quatro marcadores, com frases marcantes do Duende.

Imagem retirada daqui
Pelo meu aniversário, recebi também, em nome das minhas sobrinhas - bebézinhas de 7 meses - o livro "Receitas para a Felicidade - para robôs de cozinha", já que uma das aquisições de ano novo foi a Yammi.
Este livro, da autoria de Mariana Teixeira, nasceu do blogue com o mesmo nome "Receitas para a Felicidade", e segundo a própria autora, as receitas foram todas testadas de forma a serem confeccionadas por qualquer robô de cozinha no mercado.
Apesar do livro oficial da minha máquina ser muito bem fornecido de receitas, este traz umas quantas que não estão no outro. Uma prenda que trará resultados mais... físicos :)


O 25 de Abril "Nas Bocas do Mundo"

"Entre o 25 de Abril de 1974 e o 25 de Novembro de 1975, Portugal ocupou primeiras páginas de jornais, capas de revistas e aberturas de noticiários radiofónicos e televisivos por todo o mundo, com uma intensidade que nunca antes ocorrera na sua história.

Através da consulta de publicações em 20 países, este livro reproduz perto de 400 imagens e reconstitui as diversas perspetivas pelas quais a imprensa internacional acompanhou o tumultuoso processo político português de onde nasceu o nosso atual regime democrático", é desta forma que a Tinta-da-China apresenta a sua sugestão de leitura para o próximo feriado.

"Nas Bocas do Mundo - O 25 de Abril e o PREC na imprensa internacional", de Joaquim Vieira e de Reto Monico é um compêndio de imagens daquela que foi uma das datas mais importantes da nossa História Contemporânea.

Pormenores do livro podem ser consultados aqui.

O interior do livro aqui.
 
Fonte: Edições Tinta-da-China

segunda-feira, 10 de março de 2014

Aspas - A sua leitura começa aqui.

Só muito recentemente me apercebi que o Pingo Doce tem um folheto denominado "Aspas", com entrevistas, sugestões de leitura. etc.

O número que me chamou a atenção é o n.º5, referente ao mês de Fevereiro. Neste folheto, são publicadas entrevistas a Francisco Camacho, autor do livro "A última canção da noite" e a Margarida Fonseca Santos, autora de literatura infanto-juvenil.

Mário Zambujal sugere "A Selva" de Ferreira de Castro.

Prestem atenção no vosso hipermercado PD.

Link do folheto "Aspas" de Fevereiro: http://pdflipbook.pingodoce.pt/flipbook/Aspas_Fevereiro/index.html#p=4

Lançamento: A criança como recurso terapêutico

A Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar e a Editorial Caminho vão lançar o livro "A criança como recurso terapêutico", de Maurizio Andolfi, na quinta-feira, dia 13 de Março, pelas 18h30, na Livraria LeYa na Buchholz (Rua Duque de Palmela, 4, em Lisboa).

A apresentação está a cargo de Daniel Sampaio (que assina o prefácio), Francisco Gonçalves Ferreira e Manuel Peixoto.








Fonte: Grupo Leya | Editorial Caminho

sexta-feira, 7 de março de 2014

Casino das Letras - 3.ª edição


"Casino das Letras" é uma parceria da SPA com o Casino da Figueira da Foz na área da literatura. Esta parceria permite apresentar no Casino da Figueira da Foz, ao longo do corrente ano, alguns dos nomes mais representativos da literatura portuguesa contemporânea, pertencentes a várias gerações.

Teresa Rita Lopes (escritora e investigadora pessoana) é a terceira convidada do "Casino das Letras", na anterior sessão o convidado foi Gonçalo M. Tavares e na primeira sessão esteve o escritor Mário Cláudio.

Fonte: Sociedade Portuguesa de Autores

quinta-feira, 6 de março de 2014

Novidade Leya: 10 por 10, de Chakall

"A inspiração para estas receitas nasceu num dia em que, subitamente, havia dez pessoas para jantar e não tinha previsto tanta gente, dispunha de cerca de meia hora para criar um prato capaz de surpreender os meus convidados – eu queria surpreendê-los." 
Chakall

Para esta época acelerada e de poupança, tempo é dinheiro mais do que nunca. Com a sua habitual criatividade e humor, o chef Chakall propõe-lhe um conjunto de receitas rápidas e pouco dispendiosas.
É o resultado de um trabalho em que a arte do improviso e a vontade de confeccionar pratos com o que sobra de outras refeições se juntam numa combinação eficaz, económica e surpreendente.
Por menos de 10 euros e em menos de 10 minutos, cozinhe estes pratos deliciosos e imaginativos para a família e para os amigos – e saboreie a vida em boa companhia.

Sobre o autor:
Chakall nasceu em Tigre, Buenos Aires.
Neste momento é chef dos restaurantes: Volver, Blend e Gant Gourmet em Lisboa, O restaurante Praya no Algarve e Sudaka, em Berlim.
É, ainda, chef executivo da Cozinha Divina Catering, da SATA Airlines, consultor de várias marcas e produtos.
Tem programas de televisão em Portugal, China e Alemanha em simultâneo.
Este é quinto livro de culinária que publica na Oficina do Livro

terça-feira, 4 de março de 2014

Novidade Clube do Autor: O Bibliotecário, de A. M. Dean

Emily Wess e Arno Holmstrand são os protagonistas da história que, desde as primeiras páginas, conduzem o leitor até à biblioteca perdida de Alexandria, um importante centro de estudos no Egito entre o século III a. C. e até cerca de 30 a. C., e acerca do qual deixam de existir referências a partir do século VI.

O que terá sucedido? Será possível a biblioteca ter passado à clandestinidade? Será possível ter sobrevivido, de alguma forma, até aos nossos dias? Será possível ainda existir, mas noutro local? E se sim, onde poderá estar?

O intruso inspirou e, sem sequer pestanejar, disparou dois tiros consecutivos, que se alojaram no peito de Arno. A escuridão da sala cresceu. Arno Holmstrand ficou a ver a silhueta do seu assassino perder a nitidez. Depois pareceu afastar-se. A escuridão aumentou. E depois mais nada.

Ou, pelo contrário, tudo sucede a partir daqui no enredo construído por A. M. Dean. Com a morte de Arno, o leitor acompanha Emily na descodificação de várias pistas, por lugares e tempos historicamente magníficos e bem documentados, até que todas as respostas estejam finalmente respondidas.

Sobre o autor:
A. M. Dean é um conceituado historiador especializado em culturas antigas, há muito fascinado pela Biblioteca Real de Alexandria, o maior arquivo de conhecimento da Antiguidade.
O Bibliotecário é o romance de estreia de A. M. Dean, e foi muito bem recebido pela crítica e pelos leitores. Já está traduzido para 16 línguas.

Fonte: Clube do Autor